segunda-feira, 22 de Outubro de 2012

Estação de São Bento - Iconografia

Em Portugal existe uma estação que é vista como sendo uma das mais belas do mundo, o seu aspecto exterior é baseado em parâmetros arquitectónicos franceses no entanto o seu interior é dos mais caracteristicos e marcantes daquilo que é a tradição em Portugal. 
Entre 1905 e 1906 o mais famoso ajulejador português do seu tempo, Jorge Colaço instala cerca de 550 metros quadrados de ajulejos na estação de São Bento, localizada no coraçao da cidade do Porto.
Ao longo dos tempos esta estação tornou-se um ícone daquilo que é a arte do ajulejo português, possuindo um alto valor histórico e iconografico.
O interior desta estação possui três temas distintos: o primeiro são cenas de feitos históricos, acontecimentos e tradições existentes no norte de Portugal, o segundo é a representação de estações do ano, áreas do saber e sectores económicos atravéz de alegorias, e por fim o terceiro é um gigante friso em ajulejo colorido que precorre todo o perímetro da estação representando a evolução dos transportes terrestres em Portugal.
Estação de São Bento - Vista exterior

Estação de São Bento - Interior
Para a representação iconografica que se apresenta a seguir foi utilizado um modelo 3d da estação de São Bento localizado em http://sketchup.google.com/3dwarehouse/details?mid=72d633a9827edda444423c2cb1008c2&prevstart=0 , sendo apresentados em baixo várias fotos dos paineis de ajulejos da estação com a respectiva identificação iconográfica:


I - Conquista de Ceuta

II - Entrada de D. João I com Filipa de Lencastre na cidade do Porto
III - Entrega de Egas Moniz
IV - Torneio de arcos de Valdevez
V - Promessa      VI - Fonte dos milagres
VII - Procissão de nossa senhora dos remédios
VIII - Transporte do vinho no rio Douro
VIX - Colheita das uvas
X - Moinho no Douro
XI - A ceifa
XII - Assadeira das castanhas e feira de gado
XIII - Romaria de São Torcato
XIV - Alegoria ao comercio, belas artes e literatura
XV - Alegoria ao Inverno e ao Outono
XVI - Alegoria ao Verão e à Primavera
XVII - Alegoria à musica, agricultura e industria
Evolução dos transportes - Transportes romanos
Evolução dos transportes - Transportes romanos
Evolução dos transportes - Invasões bárbaras
Evolução dos transportes - Transportes muçulmanos
Evolução dos transportes - Transportes sec. XVI e XVII
Evolução dos transportes - Transportes sec. XVII e XIII
Evolução dos transportes - Transportes sec XVIII
Evolução dos transportes - Transportes sec. XIX
Evolução dos transportes - Transportes sec. XIX
Evolução dos transportes - Transportes sec. XIX
Evolução dos transportes - Chegada do primeiro comboio ao Douro (1875)